top of page

Mãe cria empresa para capacitar profissionais para inclusão de pessoas com autismo.

Após sofrer preconceito e discriminação, mãe cria empresa para capacitar profissionais para inclusão de pessoas com autismo.

Há 1 ano atrás o meu mundo caiu, de novo. A primeira vez que meu mundo caiu, foi quando meu filho nasceu prematuramente.

O Arthur chegou com 32 semanas, pesando 1.490 kg, 40 cm, muito pequenininho. Quando eu vi ele pela primeira vez na incubadora na UTI Neonatal, magrinho, cheio de fios, meu mundo caiu, chorei, o medo dele morrer me consumia, apesar dele não ter tido nenhuma intercorrência grave durante os 24 dias de uti, eu chorava literalmente dia e noite. O Arthur foi para casa pesando 1.800 kg, e somente com o leite materno engordava quase 1 kilo por mês. O Arthur foi crescendo cumprindo sempre os marcos esperados de acordo com a idade corrigida de um bebê prematuro.

Aos 8 meses teve a sua primeira convulsão febril, depois teve outras aos 18 meses já tinha tido 6 convulsões, resolvemos passar com uma outra neurologista, durante a consulta a médica não conseguiu fazer contato visual com o Arthur, e começou a fazer algumas perguntas: ele fala? aponta? mostra a barriga? imita? atende quando você chama? manda beijo? dá tchau? Não, não, não respondi tudo não, foi quando ouvia pela primeira vez o termo TEA (Transtorno do Espectro Autista).

Começamos a investigação fazendo exames e eu comecei a ler e estudar, só pensava nisso, só via filme sobre autismo e em março de 2018 MEU MUNDO CAIU de novo. Eu só chorava, era muito difícil ver uma criança da mesma idade que falava tudo e o meu filho não falava, eu ficava comparando, ficava triste pensando porque comigo eu não queria um filho diferente, ficava imaginando ele maior sofrendo preconceito, só pensava em coisas ruins, estava vivendo o luto, passando pela negação e aceitação.

Virei a louca da terapia, cheguei a marcar 13 terapias em uma semana para um bebê de 20 meses. Depois virei mãe terapeuta, parei de trabalhar fora para focar nas terapias do Arthur.

Tivemos diagnóstico com o laudo de Autismo em julho de 2018, para mim era muito difícil falar que tinha um filho com autismo, com o tempo e terapias hoje consigo falar tranquilamente sobre o assunto, hoje só comparo o meu filho com ele mesmo, o que ele era, e o quanto evoluiu. Hoje ele já fala, faz contato visual, aponta, imita e cada dia aprende novas habilidades.

Empodero o meu filho a ser o que ele quiser, do jeitinho dele, focando em suas habilidades, só vejo um futuro brilhante para o meu menino.

Quero ajudar outras mães a passarem pelo processo de luto, negação, aceitação, incentivando as famílias a buscarem a intervenção precoce.

Hoje, falar sobre autismo virou meu novo trabalho e missão de vida. Junto com a Psicóloga Maria Luiza Jordão criamos a Incluir Treinamentos, uma empresa que tem como objetivo, treinar e capacitar pessoas nas empresas sobre inclusão de autistas.

Em julho de 2018, foi aprovado no estado de São Paulo uma lei para incluir o símbolo mundial do autismo em todas as placas de atendimento prioritário, além desta lei ainda não estar sendo cumprida as pessoas não sabem porque as pessoas com TEA precisam desta prioridade.

Nosso objetivo é levar informação, ensinando todos os profissionais que tenham contato com público: professores, recreadores, caixas, atendentes, garçons, enfermeiras, todos precisam aprender a como lidar, atender, brincar e incluir pessoas com TEA.

Incluir é um ato de amor, o conhecimento partilhado em igualdade de condições, com o mundo, precisa ser a motivação da nossa vida.

Nós não podemos deixar que as dificuldades das pessoas nos impossibilitem de reconhecer as suas habilidades.

Sobre a Incluir Treinamentos

A Incluir Treinamentos estabelece uma conscientização e capacitação no atendimento de pessoas com TEA nas empresas e escolas e reforça a importância de terem uma equipe treinada para atender pessoas e famílias com autismo, a colaboração da empresa para essa causa gera empatia dos consumidores o que resulta em uma grande responsabilidade social com benefícios incalculáveis, tais como: melhoria na reputação, aumento de credibilidade, da competitividade, valor agregado ao serviço/produto, entre outros.

Amanda Ribeiro - (11) 9-7327-0252 - contato@incluirtreinamentos.com.br

Gostou das dicas? então compartilhe com um amigo, deixe o seu comentário, siga nossas redes sociais!

Abraço,

Amanda Ribeiro

POSTS RECENTES:
PROCURE POR TAGS:
bottom of page