top of page

Dicas para festas de final de ano com crianças autistas SEM STRESS



A nossa vida como mãe de autistas é evitar crises, birras e comportamentos inadequados, em uma festa é possível que seja muito difícil para nossas as crianças e para a família evitar tudo isso. As festas de final de ano estão chegando e também precisamos nos divertir, estar com a família e amigos.

Separei algumas dicas para conseguir uma festa de final de ano com uma criança autista SEM STRESS, não é fácil, dá bastante trabalho mas é possível.

A primeira dica é, se programe, planeje tudo o que você vai precisar para os dias de festa. A segunda dica é escolha locais, eventos de acordo com as alterações sensoriais da sua criança.


Vamos começar falando de alteração sensorial, você sabe quais são as alterações sensoriais da sua criança? responder essa pergunta é muito importante. Se você ainda não sabe pode procurar uma profissional de terapia ocupacional ou integração sensorial, existem testes e protocolos que podem ser feito.


Alterações sensoriais


As pessoas com autismo podem apresentar reações adversas em relações a barulhos, texturas de roupas ou comidas, sabores, estímulos visuais, movimentos, entre outras coisas.

Porém, a uma grande variedade de sintomas que dificulta no entendimento desses problemas sensoriais no autismo, pois cada pessoa apresenta uma reação diferente, cada um possui um perfil sensorial diferente do outro.


Você sabe a diferença entre birra e crise?


A birra pode ser definida como um comportamento originado de algum descontentamento, geralmente acompanhado de choros, gritos e outras atitudes. Ela é intencional e é usada estrategicamente para que a criança, no caso, consiga algo que fora negada a ela. Assim que o pequeno recebe o que desejava, a birra acaba.


As crises são mais frequentes quando a pessoa está exposta a vários estímulos sensoriais e não sabe como lidar com tanta informação.

Diferentemente da birra a crise não é proposital e muito menos uma estratégia para se conseguir algo, mas a resposta de um limite que fora extrapolado de uma irritação extrema.


Alguns possíveis desencadeadores de crises

  • Quando as coisas não acontecem como se esperava

  • Exigências excessivas

  • Alteração de Rotina

  • Barulho, som alto

  • Excesso de estimulação: Ex. locais lotados, barulho etc.

  • Serem impedidos de realizar rituais

  • Conflitos

  • Viagem sem Planejamento

  • Incerteza, falta de estrutura, espera

Uma festa de família, um evento de natal, ou ano novo, pode ser acontecer todos estes gatilhos acima, então para evitar o stress é preciso prevenir todos esses possíveis gatilhos na sua criança


Como fica a rotina ?

É muito comum que as crianças com TEA, sejam apegadas a rotina, pra elas é muito importante saber o que vai acontecer, mas no final do ano a rotina começa a ser perdida, as crianças estão de férias, os pais estão em casa, tem as viagens e os feriados, que colaboram para a quebra de rotina.

Para evitar stress na época a dica é ficar o mais próximo da rotina possível, mantendo os horários de alimentação e sono, é possível deixar estes dias mais leves, com organização.





ANTES DA FESTA/EVENTO

• Combine! Divida o tempo da festa e converse com o marido, filhos, tios, quem vai olhar/brincar e quanto tempo com a criança? Quem vai dar comida, quem vai colocar para dormir?

• Organize o tempo, de forma estrutura escreve em um papel, se cada um ficar um pouquinho não fica chato nem pesado para ninguém.


• Organize os horários da criança, fique o mais perto da rotina, não deixe passar do horário de comer, dormir. Fome, sono, cansaço são gatilhos par crises.


SE ORGANIZE

• Prepare o material de previsibilidade

• Prepare as atividades para a criança, desenho, tablet/celular (carregador)


DICA EXTRA

  • Prepare uma atividade/brinquedo, novo, vai dizendo que tem uma surpresa que ela vai ganhar

  • Faça combinados com a criança: Quanto tempo ela vai ficar ali, o que ela vai fazer, como vai fazer, o que ela vai comer, quantidade.

  • Prepare um REFORÇO se a criança se comportar.



DURANTE A FESTA

• Curta , converse, beba, dance, se divirta!


• Dê reforço social, durante todo o evento, fale: " Muito bem, você esta se comportando, você esta obediente, calmo, estou muito feliz, orgulhosa.


• Fica de olho na quantidade de estímulos sensoriais, caso al algum momento tenha, fogos, som alto, palmas, gritos, tire a criança do ambiente. Caso veja que a criança já esta desconfortável, irritada leve em algum lugar tranquilo para acalma.


• Se prepare para ir embora antes de uma possível crise.


INTERAÇÃO SOCIAL

• NÃO FORCE A CUMPRIMENTAR

• NÃO FORCE A DAR BEIJO, ABRAÇO

• SE A CRIANÇA QUISER FICAR SEM INTERAGIR TUDO BEM

Respeite a criança, não fique fazendo este tipo de cobrança, avisa as pessoas antes que sua criança esta muito feliz e você só está respeitando a escolha dela.


Dê Previsibilidade

• Antecipar os acontecimentos, vai avisando tudo o que vai acontecer.

• Mostrar foto do local, antes de sair de casa.

• Mostrar vídeos da casa, das pessoas, da música, da festa. atrações

• Mostrar no calendário, se a criança já tiver noção temporal quantos dias faltam para a festa.

AMBIENTE NOVO

• Se você vai passar na casa de uma pessoa que a criança nunca foi, você pode levar os brinquedos da criança, pode levar os pratinhos, as comidinhas que ela gosta, levar a cobertinha.


• Você pode pedir, fotos e vídeos da casa, da família, do cachorro, para mostrar antes de ir.


HISTÓRIA SOCIAL

Busque imagens na internet e monte uma história social, com o passo a passo de tudo que irão fazer, imagem de uma criança entrando no carro, depois chegando na casa, brincando, jantando, dançando, o maximo de imagens que puder.

Você pode ir mostrando antes, ou também pode ir mostrando minutos antes, de acordo com a noção de tempo da criança.




REUNIÃO DE FAMILIA

• Explique as coisas à sua família e não ceda quando eles insistirem que o que você decidiu fazer com seu filho deve ser diferente.

• Certifique-se de que as pessoas realmente entenderam a sua realidade

Você pode contar como vocês estão fazendo em casa, como que vocês dão os comandos positivos, evitando o uso da palavra não, explique que ne sempre é birra... etc.

• Não espere que os outros atendam às suas necessidades. Lembre-se que as necessidades particulares de uma criança com deficiência devem ser provida pelos pais.

• Crie um clima colaborativo em que as pessoas também te ajudem.


CONVERSE ANTES COM AS PESSOAS

Muitas pessoas não sabem sobre autismo, não são obrigadas, com muito jeitinho você pode falar sobre o que é o TEA. Se você tiver abertura, converse antes com as pessoas, crianças da festa ou evento, avisa as necessidade, dificuldades, converse com as crianças explicando o que é o TEA, quais as características do seu filho, como ele pode ser incluído. As crianças gostam muito de saber como falar, ou brincar.


ANFITRIÃO

Se você é uma pessoa que não tem criança com TEA você pode ACOLHER sua filha, cunhada, prima, amiga, parente etc...

  • ;Comece dizendo: Gostaria de poder fazer alguma coisa pelo seu filho, por você neste natal/ano novo, como eu posso ajudar?

  • Tem alguma coisa especial que ele come que posso providenciar?

  • Tem alguma atividade, brincadeira, que ele gostaria de fazer ?

  • Quais as alterações sensoriais que ele tem? Alguma coisa que podemos evitar?

  • Posso ficar com a sua criança um tempo para vocês poderem conversar, descansar?


Adaptação do ambiente do anfitrião

Se você tem bibelots, enfeites, coisas raras, caras, coisas que quebram e você puder tirar da altura da criança ajuda muito. As crianças gostam de novidades, gostam de mexer, colocar a mão. Em uma visita não dá tempo para a mãe ensinar que não pode.

Se você não tiver tela nas janelas, se tiver escadas, piscina, prepare a casa, pergunte para a família como poderia ajudar, se tiver cachorro, caso o cachorro não goste de criança você pode levar para um outro ambiente.


E SE TUDO DER ERRADO?

E se você seguir todas estas dicas e não der certo ?

• CALMA, RESPIRA

• LEVA PARA UM AMBIENTE CALMO, DESLIGA, SOM, MÚSICA,

• VEJA QUAIS SÃO AS FORMAS DE ACALMAR


Não desiste, sair para festas, eventos, viagens sem stress é treino, precisa ir aos poucos, repetindo, repetindo. As crianças aprendem é preciso ter muita paciência.


Se tiver dúvida ou pergunta manda aqui!









Comentarios


POSTS RECENTES:
PROCURE POR TAGS:
bottom of page